Revista Manutenção

Ultrassons e análise de vibração

Ultrassons e análise de vibração: dois elementos-chave da manutenção preditiva

A análise de vibração tem sido desde há muitos anos a tecnologia preferida dos profissionais de manutenção para monitorizar a condição de rolamentos. No entanto, nos últimos anos, o uso de ultrassons ganhou o seu lugar como uma tecnologia muito popular para a monitorização da condição. A pergunta que muitos fazem hoje em dia é: qual é a melhor? Ultrasons ou vibração?

Neste artigo vamos concentrar-nos no papel dos ultrassons como ferramenta de monitorização da condição; e porque usar vibração e ultrassons em conjunto é a melhor maneira de alcançar a excelência nas práticas de manutenção.

O porquê da análise de vibração

A análise de vibração é uma ferramenta incrível: pode detetar e medir pequenas vibrações e o que as está causando, permitindo que os profissionais de manutenção detetem falhas precoces em equipamentos rotativos.

Além disso, a análise de vibração dá-nos um diagnóstico muito detalhado e permite identificar a causa raíz da falha e, assim, corrigí-la para evitar problemas futuros. Além disso, existe um grande número de sensores e soluções para análise de vibração no mercado, de forma que as equipas de manutenção podem encontrar uma solução que seja adequada às suas necessidades.

O porquê dos ultrassons

A tecnologia de ultrassons é considerada por muitos como a primeira linha de defesa quando se trata de falhas em rolamentos, pois pode dar um aviso muito precoce de um potencial problema, inclusivé com problemas de lubrificação. A forma como os ultrassons conseguem isso é a través d a monitorização dos níveis de atrito em equipamentos rotativos. O conceito é simples: assim que um rolamento começa a falhar ou não está lubrificado adequadamente (lubrificação insuficiente ou excessiva), os níveis de atrito aumentam. O atrito cria emissões de ultrassons, que podem ser captadas por um instrumento portátil ou sensor, e traduzidas em sons de baixa frequência que o inspetor pode ouvir. O equipamento de inspeção por ultrassons também providencia um valor de decibéis – e quanto maior esse valor de decibéis, maior o atrito.

UE Systems Europa

Para ler o artigo completo faça a subscrição da revista e obtenha gratuitamente o link de download da revista “Manutenção” nº150/151. Pode também solicitar apenas este artigo através do emaila.pereira@cie-comunicacao.pt

Outros artigos relacionados

Translate »