Revista Manutenção

Manutenção – Linearidade do sistema de medição

Manutenção – Linearidade do sistema de medição

A análise da Linearidade nos sistemas de medição não pode ser ignorada pelos gestores da manutenção. Este artigo inclui um procedimento para avaliar a Linearidade e um exemplo de aplicação.

Resumo

A análise da Linearidade nos sistemas de medição não pode ser ignorada ou menosprezada pelos gestores da manutenção e, em particular, por quem tem a função de gerir os equipamentos com funções de medição utilizados nas atividades de manutenção. Para além da avaliação da Repetibilidade, da Reprodutibilidade e da Discriminação dos sistemas de medição, a avaliação da Linearidade é indispensável no suporte à tomada de decisão relativa à adequabilidade do sistema de medição para os fins a que se destina. Neste pressuposto, este artigo inclui um procedimento para avaliar a Linearidade e um exemplo de aplicação.

Introdução

A medição e monitorização de variáveis críticas em Instalações, Infraestruturas e Equipamentos (IIE) é uma prática corrente no âmbito das atividades de manutenção. Isto porque já ninguém coloca em dúvida os impactos técnicos, económicos, ambientais e sociais que uma inadequada medição e monitorização dessas variáveis pode ter [1]. Neste sentido, em [2-3] apresenta-se um enquadramento e uma clarificação dos conceitos fundamentais para uma adequada avaliação e confirmação da adequação à função dos dispositivos (equipamentos ou sistemas de medição) usados para efetuar medições no âmbito da realização das atividades de manutenção das IIE. Para além da análise da repetibilidade, reprodutibilidade e discriminação dum sistema de medição que se apresenta em [4-5], a AIAG [6] recomenda que se efetue a análise da sua Linearidade. Assim sendo, poder-se-á perguntar: se um determinado equipamento é
utilizado há anos e nunca existiram problemas decorrentes da sua utilização, até porque esse equipamento é regularmente calibrado em laboratórios acreditados para o efeito, porque razão é necessário avaliar a Linearidade?

Esta é uma pergunta pertinente e recorrente, à qual este artigo pretende dar resposta. Além disso, é apresentado um procedimento para a análise da Linearidade e um exemplo de aplicação.

Linearidade dos sistema de medição

Os responsáveis de muitas empresas estão hoje mais conscientes/sensibilizados para a importância de recolher, tratar e analisar dados para prevenir e identificar problemas nas IIE numa fase precoce, bem como para melhorar o desempenho, aumentar a disponibilidade, garantir a segurança, maximizar a sustentabilidade e reduzir os custos associados à gestão e manutenção dessas IIE. De facto, esta já não é uma prática invulgar, mas precisa de ser ainda mais disseminada pelas empresas [7-10].

A necessidade e importância de calibrar os dispositivos de medição têm vindo a ser frequentemente enfatizadas junto dos gestores, engenheiros, técnicos e outros profissionais das mais variadas áreas atividade. Efetivamente, a calibração regular dos equipamentos/dispositivos com funções de medição usados nas atividades de manutenção de IIE é já uma prática reconhecida como indispensável em muitas empresas.

Nuno R. Costa
Instituto Politécnico de Setúbal – ESTSetúbal
nuno.costa@estsetubal.ips.pt

Para ler o artigo completo faça a subscrição da revista e obtenha gratuitamente o link de download da revista “Manutenção” nº159. Pode também solicitar apenas este artigo através do emaila.pereira@cie-comunicacao.pt

Outros artigos relacionados

Fonte da imagem em destaque: Freepik

Translate »