Manutenção de Rolamentos

Manutenção de Rolamentos

A “Manutenção de Rolamentos” é o tema que o Dossier Técnico da revista “manutenção” propõe para análise…

A “Manutenção de Rolamentos” é o tema que o Dossier Técnico da revista “manutenção” propõe para análise e reflexão dos colegas/leitores.

Sabemos que tem uma grande importância para os responsáveis de manutenção de Unidades Industriais; os responsáveis de empresas de transportes; projetistas de certos equipamentos elétricos e na constituição de cada um dos equipamentos onde é aplicado.

Desde muito novos que ouvimos falar das corridas de “carrinhos de rolamentos (os rolimãs)”. O que muitos de nós desconhecem é que o uso do rolamento, poderá ter tido início na Escandinávia, por volta do ano 4.000 A. C.. Posteriormente, as civilizações clássicas da Grécia e de Roma, dos Celtas e mesmo Leonardo da Vinci contribuíram para desenvolvimentos do que viria a ser o que é atualmente conhecido como rolamento.

Definição

Um rolamento pode ser definido como uma peça (constituída por vários elementos) que serve para apoiar o movimento de componentes de uma
máquina, e evitar a fricção de deslizamento entre as superfícies do eixo e da chumaceira. Dos vários tipos de rolamentos existentes, muitos são uma combinação de 3 elementos (de aço com crómio): anéis com pistas (internos e externos); corpos rolantes (esferas ou rolos); um elemento retentor que é a gaiola.

Classificação

São divididos em dois grupos principais: rolamentos de esferas e classificados de acordo com a configuração dos seus anéis, rolamentos de rolos, classificados de acordo com a forma dos rolos.

Algumas vantagens

São padronizados internacionalmente, são de fácil lubrificação; podem suportar cargas simultaneamente, tanto axialmente, como radicalmente.

A seleção de um rolamento para uma determinada aplicação obedece a alguns pormenores como espaço disponível; cargas a serem utilizadas; deslizamentos; ajustes apropriados (tendo em atenção às folgas, à precisão, às velocidades e aos deslocamentos); o tipo de suporte; tipo de quantidade de lubrificante e manutenção.

Manutenção

A manutenção de um rolamento é um aspeto muito importante, que os técnicos devem ter em atenção. Há uma série de procedimentos que devem ser respeitados, sob pena de reduzir o seu ciclo de vida e provocar alterações das condições com que tinham sido dimensionados.

Os responsáveis de manutenção e os técnicos que lhe estão adstritos, deverão ter a perfeita noção de que um rolamento sem manutenção provoca, em pouco tempo, uma paragem de um equipamento, de uma linha de produção, ou mesmo de uma unidade industrial, o que acarretará prejuízos para o empresário.

Alguns dos fatores que podem provocar desgastes a um rolamento e afetar o seu ciclo de vida deverão ser evitados, tais como: poeiras, cargas, humidades; defeitos de montagem, deficiente lubrificação, e mais importante a falta de formação e de pessoal qualificado.

Para que o ciclo de vida de um rolamento seja o maior possível, deverão ser previstas rotinas de manutenção, que deverão ser executadas por pessoal técnico com formação adequada e com apoio de equipamento de análise e diagnóstico.

Com esta apresentação, pretendemos relembrar certos conceitos (para os técnicos com mais experiência) e transmitir esses mesmos conceitos aos “mais novos”.

Raúl Dória

O dossier Manutenção de Rolamentos” é composto pelos seguintes artigos:

  • A importância da lubrificação de rolamentos
  • Monitorização online de lubrificantes em rolamentos
  • Processamento de sinal “Envelope” para análise de vibração de rolamentos em equipamentos dinâmicos

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “Manutenção” nº112. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do emaila.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados