Revista Manutenção

Lubrificação automática na indústria alimentar

Lubrificação automática na indústria alimentar

Reduzir custos e prolongar o ciclo de vida dos sistemas com Simalube.

Máquinas e sistemas na indústria alimentar devem funcionar perfeitamente mesmo sob condições de trabalho extremas. A humidade, a contaminação e as altas temperaturas afetam os componentes do sistema e têm um efeito adverso considerável na vida útil dos rolamentos e correntes. Na maioria dos casos, na indústria alimentar, isso envolve sistemas de produção em massa, onde qualquer
tempo de inatividade significa elevadas perdas de produção. Uma lubrificação fiável é essencial para suportar essas condições extremas e evitar o tempo de inatividade não planeado. O lubrificador monoponto da simalube oferece uma solução de lubrificação perfeita, porque fornece a quantidade certa de lubrificante no momento certo e no lugar certo. Os custos de manutenção são reduzidos, as paragens dos sistemas de produção são evitadas e sua vida útil é prolongada.

Dosagem precisa e constante do lubrificante

A produção alimentar requer um nível elevado de limpeza e conformidade com rigorosos padrões de higiene industrial. Os vedantes podem ser danificados e pode ocorrer corrosão causada pela limpeza necessária para manter a higiene. Graças ao desempenho preciso e ao fornecimento de uma quantidade constante pelo lubrificador simalube, os rolamentos e correntes são sempre abastecidos com a quantidade certa de lubrificante, sem necessidade de lubrificação manual. A lubrificação excessiva pode contaminar os sistemas e, no pior dos casos, levar à contaminação dos alimentos. Todos os lubrificantes simalube de grau alimentar são registados como NSF H1 para cobrir esses casos excecionais. Entre outras aplicações, os lubrificadores simalube podem ser usados em enlatados, lacticínios, bebidas, processamento de peixe e carne, indústria farmacêutica e muito mais.

Os benefícios da lubrificação automática com simalube

Os lubrificadores automáticos simalube contribuem para a melhoria da segurança operacional, dado que reduzem substancialmente o número de contactos dos técnicos de manutenção com os equipamentos. Sendo a lubrificação programada até um período de 12 meses, reduzem-se os tempos de paragem, havendo um abastecimento constante de pontos de lubrificação, principalmente aqueles de difícil acesso.

Assim sendo há uma redução do tempo gasto em manutenção, podendo as equipas ser alocadas a outras tarefas, com ganhos de produtividade.

Graças à correta e permanente dosagem de lubrificante, reduz-se o desgaste e aumenta-se o ciclo de vida dos componentes.

TECLENAJUNCOR
Tel.: +351 244 860 980
marketing@teclenajuncor.pt· www.teclenajuncor.pt

Para ler o artigo completo faça a subscrição da revista e obtenha gratuitamente o link de download da revista “Manutenção” nº150/151. Pode também solicitar apenas este artigo através do emaila.pereira@cie-comunicacao.pt

Outros artigos relacionados

Translate »