Revista Manutenção

Benefícios da manutenção por controlo de condição aplicada à função manutenção

Benefícios da manutenção por controlo de condição aplicada à função manutenção

O presente artigo tem o propósito de dar a conhecer ao leitor exatamente um pouco sobre a Manutenção por Controlo de Condição (também conhecida por Manutenção Condicionada), apresentando benefícios que poderão decorrer da sua implementação e ainda alguns fatores que deverão ser tidos em conta aquando da mesma.

Introdução

Nos dias de hoje, é possível afirmar que a manutenção que outrora se praticava tem vindo, gradualmente, a adquirir um novo conjunto de ações também elas importantes, para além das tão comuns e pouco desejadas reparações. A ideia assente na reparação de um equipamento quando este perde a capacidade para desempenhar a sua função aos poucos vai dando lugar a uma nova que surge com a necessidade de o manter operacional por mais tempo, tentando prever quando este possa falhar, de forma a atuar atempadamente sobre o mesmo.

Tomando como ponto de partida esta premissa, parte-se do princípio que é necessária uma constante monitorização das suas condições físicas. Estando perante uma era cada vez mais tecnológica, são muito os recursos a que hoje as empresas podem recorrer para controlar as condições dos seus ativos.

Com o passar dos anos, e também muito por conta destes avanços tecnológicos, os equipamentos de monitorização e medição (conhecidos pela abreviatura, EMM) tornaram- se um recurso mais acessível e, por isso, facilmente encontrado no quotidiano de empresas que realizam manutenção preventiva.

Com base no estado dos equipamentos, torna-se possível prever em tempo oportuno quando estes poderão falhar e, dessa forma, efetuar a manutenção apenas quando necessária. A este tipo de manutenção dá-se o nome de Manutenção por Controlo de Condição (doravante abreviada como MCC). O presente artigo tem o propósito de dar a conhecer ao leitor exatamente um pouco sobre a Manutenção por Controlo de Condição (também conhecida por Manutenção Condicionada), apresentando benefícios que poderão decorrer da sua implementação e ainda alguns fatores que deverão ser tidos em conta aquando da mesma.

Manutenção por controlo de condição

Podemos definir a Manutenção por Controlo de Condição como um tipo de manutenção preventiva que inclui a avaliação das condições físicas dos ativos, a sua análise, e também as ações de manutenção daí resultantes [1].

Muitos são os casos do quotidiano que podemos tomar como exemplos deste tipo de manutenção, desde a substituição de dois rolamentos que gradualmente se vão degradando, à substituição de um filtro no qual se verifica um diferencial de pressão anormal entre a entrada e a saída [2].

A constante monitorização e controlo destas condições permitem identificar mudanças que ocorram durante o normal funcionamento de um ativo e atuar de forma preventiva para que sejam minimizados os riscos que tal alteração possa provocar.

Rafael Santos
rsantos@manwinwin.com
Navaltik Management, Lda.

Para ler o artigo completo faça a subscrição da revista e obtenha gratuitamente o link de download da revista “Manutenção” nº152. Pode também solicitar apenas este artigo através do emaila.pereira@cie-comunicacao.pt

Outros artigos relacionados

Translate »