tecnologia inteligente

Como a tecnologia inteligente está a transformar a indústria

Independentemente de lhe chamarmos Indústria 4.0, Internet Industrial das Coisas (IIoT) ou Processos de Fabrico…

Independentemente de lhe chamarmos Indústria 4.0, Internet Industrial das Coisas (IIoT) ou Processos de Fabrico Inteligentes, o poder da tecnologia inteligente está a fazer-se sentir em toda a indústria, originando transformações fundamentais nas cadeias de valor e métodos de produção.

Efetivamente esta mudança é de tal ordem que o Digital Transformation Institute da Capgemini prevê que as fábricas inteligentes poderão contribuir com até 1,5 biliões de dólares para a produção global do setor industrial nos próximos 5 anos. Isto deve-se ao “efeito turbo” da tecnologia inteligente, a qual está a permitir que as fábricas produzam mais, ao mesmo tempo que reduzem os seus custos. De acordo com a Capgemini, algumas indústrias poderão quase duplicar os seus resultados operacionais e margem de lucro.

O que significa “inteligente”?

O Instituto Nacional de Normas e Tecnologia (NIST) dos Estados Unidos da América define este novo panorama como “sistemas de fabrico colaborativos e totalmente integrados que respondem, em tempo real, a alterações nas exigências e condições da fábrica, da rede de fornecimento e das necessidades dos clientes”. Convergentes e conetados são termos que poderiam substituir integrados e colaborativos. É, nesta área, que a indústria beneficia do efeito multiplicador, já que as tecnologias operacionais e da informação se fortalecem mutuamente e aumentam a eficiência a todos os níveis.

Inês Rodrigues
Industry Sales Manager
Schneider Electric Portugal

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da “Manutenção” nº142/143. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do emaila.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Translate »