Revista Manutenção

A importância da inspeção de Equipamentos sob Pressão

A importância da inspeção de Equipamentos sob Pressão(ESP)e Recipientes sob Pressão Simples (RSPS) na segurança industrial

A inspeção de Equipamentos Sob Pressão (ESP) e Recipientes Sob Pressão Simples (RSPS) desempenha um papel crucial na garantia da segurança e integridade dos processos industriais.

Este artigo explora a importância destas inspeções, destacando a sua relevância na prevenção de acidentes, na conformidade regulamentar e na otimização do desempenho operacional.

Equipamentos sob pressão e recipientes sob pressão (ESP) simples (RSPS)

Os ESP são todos os recipientes, tubagens, acessórios de segurança, acessórios sob pressão, concebidos e construídos para conter fluidos (liquidos, gases liquefeitos ou gases) sob pressão (acima de 0,5 bar).

Estes equipamentos são amplamente utilizados em diversas indústrias, onde a variável pressão se torna essencial no processo. Alguns exemplos mais comuns de ESP são os reservatórios sob pressão, permutadores de calor, geradores de vapor, caldeiras de termofluido, acessórios de segurança e tubagens. Em determinadas aplicações os ESP podem ser submetidos a condições de operação extremas que envolvam altas temperaturas e altas pressões, sendo que a sua conceção, fabricação, instalação e manutenção devem seguir padrões rigorosos para garantir a segurança, evitando falhas que possam resultar em fugas, ruturas ou outros danos estruturais.

A legislação aplicável aos Equipamentos sob Pressão encontra-se transposta para a legislação nacional através do Decreto-Lei 37/2017, de 29 de março para os RSPS e através do Decreto-Lei 111-D/2017, de 30 de agosto para os ESP.

O licenciamento e a inspeção destes equipamentos é regulamentada pelo Decreto-Lei 131/2109, de 30 de agosto. Os RSPS são recipientes de construção soldada, destinados a ser submetidos a uma pressão interior superior a 0,5 bar e a conter ar ou nitrogénio, e que não se destinem a ser submetidos à ação de uma chama.

A pressão máxima de serviço dos RSPS não deve exceder os 30 bar e o produto desta pressão pela capacidade do recipiente (PS × V) não deve exceder 10 000 bar litro.

IEP – Instituto Electrotécnico Português
Tel.: +351 229 570 000/15 · Fax: +351 229 530 594
info@iep.pt · www.iep.pt

Para ler o artigo completo faça a subscrição da revista e obtenha gratuitamente o link de download da “Manutenção” nº159. Pode também solicitar apenas este artigo através do emaila.pereira@cie-comunicacao.pt

Outros artigos relacionados

Translate »