Necessidade de Peças de Reserva Parcial ou Indefinidamente Reparáveis

O conceito de nível de serviço usado em gestão de stocks de peças de reserva (spares), sinónimo de fiabilidade…

Rui Assis
Faculdade de Engenharia da Universidade Católica Portuguesa

Resumo

O conceito de nível de serviço usado em gestão de stocks de peças de reserva (spares), sinónimo de fiabilidade do sistema de gestão, é neste artigo aplicado ao cálculo do nº de spares que deverão existir permanentemente em stock ou que se prevê consumir durante um período longo (1 ano, n anos, e outros), considerando a possibilidade de cada spare ser indefinida, parcialmente ou não reparável. A distribuição de probabilidade discreta de Poisson encontra-se limitada a componentes não reparáveis, pelo que se recorre ao método de simulação numérica de Monte-Carlo. Enfatiza-se a utilização do MS-EXCEL como ferramenta de programação e de apoio à decisão.

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “Manutenção” nº110/111. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do email: a.pereira@cie-comunicacao.pt

Download – Última edição

manutenção145

(Irá receber um email com o link de download.)