Six Sigma Maintenance

Aplicação da Six Sigma Maintenance Scorecard a uma unidade fabril do setor automóvel – 1.ª Parte

Na sequência de diversos trabalhos que temos vindo a desenvolver, relativos às filosofias de gestão Seis Sigma…

Na sequência de diversos trabalhos que temos vindo a desenvolver, relativos às filosofias de gestão Seis Sigma, Desempenho de Negócios Seis Sigma (Six Sigma Business Scorecard), e Manutenção Industrial Seis Sigma (Six Sigma Maintenance Scorecard), apresentam-se neste novo artigo os resultados da aplicação direta desta última filosofia ao desempenho da manutenção insdustrial no seio de uma grande unidade fabril inserida num grupo multinacional do setor automóvel. Saliente-se que este trabalho insere-se igualmente na estratégia de desenvolvimento do Grupo de Engenharia e Gestão Industrial do Departamento de Engenharia Eletromecânica da Universidade da Beira Interior, de cooperação direta com o tecido empresarial, tendo resultado na elaboração de mais duas dissertações de mestrado, neste caso do segundo e terceiro autores.

Introdução

Em 2004, Praveen Gupta propôs uma nova filosofia de gestão designada por desempenho de Negócios Seis Sigma (Six Sigma Business Scorecard), descrevendo os seus princípios teóricos e práticos, e que tem como objectivo a análise e a melhoria do desempenho financeiro e de negócios das organizações, com base na estrutura Seis Sigma [1]. Representa um processo de melhoria contínua, que permite avaliar e analisar o desempenho das organizações, tendo como base a estratégia previamente definida, desempenho esse que é contabilizado por meio dos níveis Seis Sigma através de indicadores relacionados com a situação financeira, com os processos produtivos ou de serviços, como os clientes, com os fornecedores, com a estratégia de desenvolvimento, e com os seus recursos humanos. Ou seja, permite aferir por meio dos níveis sigma o desempenho financeiro e de negócios das organizações, conferindo às administrações a possibilidade de monitorizar esse desempenho face à estratégia previamente definida, e delinear as respetivas melhorias. Gupta [1] propõe ainda um indicador, denominado Business Performance Index (Índice de Desempenho de Negócios), como sendo uma medida relativa de desempenho, e que permite, por sua vez, determinar o correspondente nível Seis Sigma.

C. Pereira Cabrita, Paulo M. Vaz, Diogo S. Madeira, João C. Matias, Davide S. Fonseca

Para ler o artigo completo faça o download gratuito da revista “Manutenção” nº112. Verifique o seu email após o download. Pode também solicitar apenas este artigo através do emaila.pereira@cie-comunicacao.pt

      Selecione as sua(s) área(s) de interesse

      Utilize a tecla Ctrl para selecionar mais que uma opção

    Outros artigos relacionados

    Translate »