Schaeffler digitaliza o processo de desenvolvimento no fabrico de engrenagens

Schaeffler Iberia, S.L.U.
Tel.: +351 225 320 800 · Fax: +351 225 320 860
marketing.pt@schaeffler.com · www.schaeffler.pt

Uma representação virtual completa dos trens de potência e das engrenagens só é possível quando os especialistas em redutores, rolamentos e engrenagens podem vincular digitalmente os seus modelos de simulação, o que faz com que o intercâmbio de dados entre empresas e os sistemas seja uma das condições prévias mais importantes para a geração de gémeos digitais. Há no mercado diversos softwares especializados e ferramentas de CAE para desenhar e simular engrenagens, com as suas próprias abordagens mas o problema é que os fabricantes e os seus fornecedores ainda tendem a intercambiar, manualmente, os dados das engrenagens, resultando num trabalho duplicado que consome muito tempo. Em colaboração com a SEW-EURODRIVE e a Associação alemã de investigação sobre transmissão de potência (FVA, Forschungsvereinigung Antriebstechnik e.V.), a Schaeffler desenvolveu um sistema eletrónico de transmissão de dados que substitui esse intercâmbio manual entre as ferramentas CAE e elimina a repetição de processos de modelagem das engrenagens através de uma interface standard para os dados das referidas engrenagens, reduzindo os períodos de desenvolvimento e criando uma base para a geração de gémeos digitais que podem ser utilizados para analisar dados de desempenho, por exemplo, como parte das soluções da Indústria 4.0.

O formato denominado REXS (Reusable Engineering Exchange Standard) e a versão 1.1 oferecem um sistema de modelagem e nomenclatura standard para qualquer engrenagem com etapas de engrenagem helicoidal, engrenagem cónica ou engrenagem planetária, e para os seus componentes. Atualmente, a REXS é integrada no FVA Workbench a partir da versão 5.0, em todas as versões atuais da ferramenta de análise de rolamentos Bearinx da Schaeffler e no programa de cálculo de engrenagens WESILAB da SEW-EURODRIVE. Mesmo os fornecedores de ferramentas CAE comerciais implementaram a interface REXS ou estão a prever a sua implementação nos seus próximos lançamentos. Basta clicar com o rato para gerar um arquivo REXS a partir dos modelos de engrenagens.

Atualmente a Schaeffler oferece o intercâmbio automático de dados das engrenagens através da interface REXS. Os clientes obtêm os resultados dos cálculos da Bearinx com muito mais rapidez, o que acelera consideravelmente os seus processos de desenvolvimento. Os fabricantes de engrenagens com uma alta proporção de desenvolvimento de aplicações adaptadas às especificações do cliente beneficiam do intercâmbio digitalizado de dados com os seus fornecedores. A interface REXS é gratuita e está disponível em www.rexs.info, juntamente com toda a informação sobre os desenvolvimentos atuais e futuros.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta