Prémios ao Valor Social: Fundación Cepsa doa 50 mil euros a 4 associações portuguesas

CEPSA Portuguesa Petróleos, S.A.
Tel.: +351 217 217 600 · Fax: +351 217 230 801
www.cepsa.pt

A cerimónia de entrega dos Prémios ao Valor Social decorreu no dia 26 de fevereiro no auditório do emblemático Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa. Organizados pela Fundación Cepsa, os prémios distinguiram 4 associações de solidariedade social, num total de 65 candidaturas de projetos de promoção da inclusão e bem-estar de grupos de pessoas em situação de vulnerabilidade.

As candidaturas vencedoras foram selecionadas por um júri composto por personalidades institucionais que trabalham no setor da ação social, por representantes da CEPSA Portuguesa e presidido por Conceição Zagalo, Vereadora na Câmara Municipal de Lisboa. Os jurados distribuíram um donativo de 50 mil euros pelos projetos apresentados pela Associação de Ajuda ao Recém-Nascido Banco do Bebé, Associação Algarvia de Pais e Amigos de Crianças Diminuídas Mentais, Agência Piaget para o Desenvolvimento e pelo Serviço Jesuíta aos Refugiados, que se destacaram pelas suas iniciativas de apoio domiciliário a recém-nascidos com complicações clínicas, terapias sensoriais e de educação para crianças com deficiência mental, desenvolvimento integrado para crianças e jovens institucionalizados e capacitação socioprofissional de migrantes e refugiados.

À semelhança das edições anteriores, os prémios contaram com o apadrinhamento dos projetos pelos colaboradores da CEPSA, que acompanham todas as fases de evolução do programa. Na cerimónia estiveram presentes Ruth Breitenfeld, Vice-Presidente da CEPSA Portuguesa, bem como outros convidados institucionais, entre os quais: Marta Betanzos Roig, Embaixadora de Espanha em Portugal, Cecílio de Oviedo, Conselheiro Económico e Comercial na Embaixada de Espanha, Enrique Santos, Presidente da Câmara de Comércio Luso Espanhola, António Comprido, Secretário-Geral da APETRO e, ainda, Conceição Zagalo, Presidente do Júri dos Prémios ao Valor Social 2018 e Vereadora da Câmara Municipal de Lisboa. Os projetos distinguidos nas últimas edições incluem pessoas em situação de vulnerabilidade social, especialmente pessoas em situação de desemprego, dependentes de drogas, doentes, minorias étnicas, imigrantes, crianças, jovens e adolescentes, idosos, vítimas de violência doméstica, pessoas com incapacidade física ou intelectual e reclusos. Em Portugal, em 10 anos de existência, a iniciativa obteve mais de 592 candidaturas e apoiou cerca de 43 associações, o que representa mais de 450 mil euros destinados a ações sociais no âmbito destes prémios.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta