M&M Engenharia Industrial: EPLAN Harness proD 2.5

A Versão 2.5 do EPLAN Harness proD está disponível a partir de outubro. O desenvolvimento concentrou-se na otimização dos fluxos de trabalho dos utilizadores e um dos novos destaques é a junção do sistema de engenharia de feixes de cabos 3D na gestão das peças centralizada da Plataforma EPLAN, o que constitui um marco na gestão de dados integrados. Assim, os utilizadores têm apenas um sistema de gestão de peças centralizado, ao qual podem aceder em todas as fases de um projeto, reduzindo significativamente os esforços aplicados na manutenção de bases de dados principais e permite fluxos de trabalho contínuos, desde esquemas até à documentação de produção. Os fluxos de trabalho relativos aos dados mestres foram ainda mais otimizados através da derivação de símbolos 2D necessários para a conceção de esquemas de montagem, a partir dos dados 3D existentes. Isto é particularmente eficiente pois os dados 3D dos componentes são sempre necessários, e assim, os dados existentes são reutilizados, sendo desnecessária a criação manual de símbolos de componentes.

O EPLAN Harness proD visa fornecer um sistema 3D fácil de usar para a conceção de cablagens. Normalmente, os engenheiros eletrotécnicos têm pouca experiência na operação de sistemas MCAD complexos e, por isso, beneficiam de uma abordagem amigável. Por exemplo, o posicionamento de um componente, como um conetor, no espaço 3D permite a seleção de pontos de referência, bordas e áreas, simplificando o processo de posicionamento. Uma função de pré-visualização ajuda os utilizadores a conseguir um posicionamento correto à primeira tentativa, evitando a necessidade de ajustes posteriores. Os utilizadores com símbolos AutoCAD podem esperar uma função de importação bastante melhorada. Os desenhos DWG e DXF importados podem ser editados na Versão 2.5, sendo extraído todo o conteúdo relevante. Isto acelera consideravelmente o processo de criação de peças. A Versão 2.5 do EPLAN Harness proD inclui muitas funcionalidades novas, por exemplo a fixação do posicionamento de um objeto 3D, a opção de posicionar o ponto inicial de um novo conjunto de cabos de um feixe de cabos em conjuntos existentes e o encaminhamento automático de cabos. Para apoiar a produção, as cores dos cabos podem ser exibidas no símbolo do conetor nos diagramas de montagem. A produção pode usar a conceção para identificar o posicionamento correto de um fio num conetor. A procura de listas de cabos para obter as informações exigidas não é necessária e o processo de produção é mais rápido. Também existem muitas funcionalidades novas na conceção de diagramas de montagem à escala que vão agradar os utilizadores. O EPLAN Harness proD 2.5 separou a “camada de dados” da “camada de exibição“. Isso pode soar muito técnico mas proporciona uma enorme flexibilidade aos utilizadores na conceção de esquemas de montagem. As configurações de exibição permitem a visualização da peça desenhada de forma diferente sem alterar os dados, por exemplo, segundo os padrões internos de desenho de uma empresa, garantindo maior flexibilidade. Na secção de gestão de projetos do EPLAN Harness proD foi adicionado o processamento de atualizações em lote. A necessidade de avaliação e atualizações da conceção das peças é detetada, sendo depois processada em lote para reduzir ainda mais o trabalho exigido na gestão de projetos. Funcionalidades como a atualização automática de peças da biblioteca ou os formatos CAD agora suportados estão entre as muitas melhorias destinadas a aumentar a eficiência de projetos de cablagens e a acelerar os fluxos de trabalho dos clientes.

www.mm-engenharia.pt

www.eplan.pt

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta