“Encontros de final de tarde” da APMI em maio

Os Encontros de final de tarde são conferências que têm como principal objetivo debater temas pertinentes nas áreas da Manutenção e da Gestão de Ativos. As matérias e os conferencistas apresentados correspondem à permanente necessidade de formação contínua, atualização de conhecimentos, análise e reflexão sobre temas da atualidade. A realizar na sede da APMI em Lisboa às quartas-feiras das 18:30 às 20:00, esta iniciativa resulta de uma colaboração entre a APMI e o ISEL/ADEM.

A quarta edição dos “Encontros de final de tarde” decorrerá no próximo dia 30 de maio com o tema “A Manutenção Integrada na Gestão de Activos Industriais”. O novo papel para a indústria estará ligado ao conhecimento e à inovação, à diferenciação e à articulação de atividades a montante e a jusante das cadeias de valor. Para isso são fundamentais competências em diversas áreas do conhecimento, dos quais se destaca, entre outros, obviamente a Manutenção. A gestão de ativos é cada vez melhor compreendida pela comunidade empresarial como uma disciplina estratégica e de negócios onde o valor dos ativos contribui de uma forma decisiva. A gestão de ativos físicos surge agora como qualquer outra disciplina de gestão e no contexto em que atualmente se vive, verifica-se que a sobrevivência das organizações passa por satisfazer as partes interessadas e sobretudo na criação de valor. Os ativos físicos das organizações representam a componente mais importante dos investimentos realizados e, normalmente, não são facilmente transacionáveis. Neste contexto, as organizações industriais de todos os tipos e dimensões, mas sobretudo as de capital intensivo, têm de fazer face a níveis de incerteza sobre se são capazes ou não de atingir os seus objetivos económicos e financeiros. O efeito desta incerteza nos objetivos das organizações representa o risco da não sobrevivência das mesmas. Para assegurar que este risco é controlado visando sempre a sua minimização, e que os rácios de ROI – Return on Investment e ROA – Return on Assets são assegurados de forma sustentada, torna-se necessário gerir os equipamentos tendo em atenção todo o seu ciclo de vida. A presente intervenção apresenta uma análise ao papel da manutenção nas organizações industriais, e de um modelo teórico que procura elucidar os fatores mais relevantes da manutenção, num papel chave para a competitividade e integrado num contexto de gestão de ativos industriais. O modelo teórico pretende também constituir uma ferramenta de suporte à gestão de ativos industriais por parte das empresas que trabalham nos sectores que abrangem as mais diversas áreas da engenharia.

A edição de maio contará como oradores Ana Sofia Martins da Eira Dias, professora adjunta na área departamental de Engenharia Mecânica do ISEL e Doutorada em Engenharia e Gestão Industrial, e Joaquim Cabral Martins, Engenheiro Mecânico na ADP-Fertilizantes, S.A.

Poderá encontrar informação e ficha de inscrição relativas às ações previstas para os meses de fevereiro a junho de 2018 no link https://www.apmi.pt/news/apmi-encontros-de-final-de-tarde-2018-uma-parceria-entre-a-apmi-e-o-isel-primeiro-semestre-de-2018/ 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta